Muitos estudantes que não tem condições de pagar a faculdade buscam financiar a graduação através do FIES (Fundo de Financiamento Estudante). O programa social é associado com o Ministério da Educação e ajuda vários jovens em todo o Brasil. A Caixa Econômica divulgou mais informações para que todos consigam regularizar a situação pendente.

FIES
Estudantes podem pagar dívidas no FIES. Imagem de Freepik.

Regularização do FIES

No mês de Março, os estudantes vão ter um grande chance de regularizar toda a situação de pendências que existem com o FIEA. Os que não vão conseguir fazer um prévio adiantamento vão ter como ajustar suas finanças no mês de Abril. O novo calendário para ajustar os pagamentos e os contratos servem para alunos que têm débitos durante 2020 a 2022.

De acordo com o Ministério da Educação, existem 1,2 milhão de alunos com inadimplência em todo o Brasil, o saldo devedor está em cerca de R$ 54 bilhões. O prazo para iniciar o processo de renegociação deve ser feito na Caixa Econômica Federal ou Banco do Brasil. O novo projeto de lei vai ser uma medida favorável para os estudantes.

Os estudantes inscritos no CadÚnico que estão com dívidas pendentes por mais de 1 ano até o dia 30 de Junho de 2023 vão receber um desconto de até 99%, os outros vão chegar em 77%, se tudo for pago à vista. Os juros acumulados vão ser descontados em 12% sobre o valor que vai ser financiado. Também é possível parcelar em 150 vezes mensais com descontos.

Veja quem pode renegociar o FIES

O estudante que tem dívidas com o FIES vão poder fazer um acordo se estiver com pagamentos vencidos por mais de 90 dias no dia 30 de junho de 2023. Para isso, tem um desconto de 100% sobre os juros e multas e mais 12% para o valor financiado que está pendente no pagamento à vista. O parcelamento pode ser feito em até 150 vezes e com desconto 100% nos juros e multas.

Quem tiver débitos vencidos e que não foram pagos por mais de 360 dias em 30 de Junho de 2023 e estão inscritos no CadÚnico. E até mesmo podem ser incluídos os beneficiários do Auxílio Emergencial 2021. O desconto vai ser de até 99% ou a liquidação pode ser feita em até 15 prestações por mês.

Para os estudantes que não pagaram o valor devido por mais de 360 dias em 30 de Junho de 2023 e não estão em nenhuma das categorias acima, podem ter o desconto de 77% do valor consolidado ou parcelar em 15 vezes por mês.

Compartilhar.

Graduada em Publicidade e Propaganda pela Faesa, atuo como Redatora e Gestora de Tráfego. Apaixonada por entretenimento, moda, negócios e viagens.